Button

Como está você?

Como está você? Se as coisas vão bem, navegue pelo blog e veja como tornar sua vida melhor, através das mensagens. Mas, se algo estiver errado, você veio ao lugar certo. Leia as mensagens e sinta a paz invadir seu ser. Sinta-se abraçado(a), e tenha uma ótima visita! Que Jesus esteja contigo, daqui para a frente, com sua doce proteção, para que possas solucionar todas as dificuldades que te afligem ou afligem aqueles que amas. Que Deus te abençoe grandemente.

Chuva de bençãos derrama Senhor

Chuva de bençãos derrama Senhor
Uma chuva de bençãos derrama aqui

sexta-feira, 29 de março de 2013

Via Sacra " caminho da cruz "


No período da Quaresma um momento sempre marcante da igreja é a Via Sacra.
Via Crúcis ( do latim Via Crucis, " caminho da cruz " ) é o trajeto seguido por Jesus Cristo carregando a cruz desde o Pretório de Pôncio Pilatos até o Calvário.
Avia sacra consiste em que os fiéis percorram a caminhada de Jesus a carregar a cruz, meditando passo a passo os momentos da paixão de Cristo. estes momentos são chamados de estações, faz-se a parada, medita aquele momento e segue.ao todo são 14 ( catorze ) paradas ou estações.
A via sacra teve origem na época das cruzadas do século XI ao séculoXIII, os fiéis que então percorriam na terra Santa, os lugares sagrados da Paixão de Cristo quiseram reproduzir no Ocidentea peregrinação feita ao longo da via dolorosa em Jerusalém. Este exercício da Via Sacra tem sido muito recomendado pelos Sumos Pontífices, pois ocasiona frutuosa meditação da paixão de Jesus Cristo. é tradição da igreja meditar a via sacra toda sexta feira da quaresma e especialmente na sexta feira Santa, num dia de muito pesar os fiéis relembramos últimos momentos da vida de Jesus.


Via Sacra

PRIMEIRA ESTAÇÃO

"JESUS É CONDENADO À MORTE"

Estava definitivamente concretizado o mais absurdo e abominável processo de julgamento que se tem notícia, jamais igualado em sordidez, em torpeza e na vergonhosa baixeza de seus critérios, envolvendo testemunhas preparadas, com acusações falsas que conduziu à decisão condenatória.

Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! ( Ajoelhar)

Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! ( Levantar)

Judas Iscariotes traiu seu próprio amigo, entregando JESUS para ser preso. Os soldados agarraram o SENHOR e O levaram diante de Pilatos, para ser julgado. Apresentaram falsas acusações e influenciaram a multidão para pedir a condenação DELE à morte.

E para agradar à multidão, Pilatos deixou que levassem JESUS para ser crucificado.

O que aconteceu a JESUS está acontecendo hoje com as famílias. Poucas vozes se levantam para defender a instituição familiar. A "multidão", formada pela mentalidade do poder, da comunicação enganosa, vai desunindo as pessoas, jogando filhos contra os pais, na busca de auferir vantagens e em nome de uma liberdade que mata e escraviza e assim, vai crucificando as famílias.

Em algumas famílias, os filhos saem de casa para procurar trabalho e escola. Mas, em muitas famílias, jovens saem para "experimentar a liberdade". E os pais sofrem com a falta de juízo dos filhos, se entristecendo com as suas experiências ousadas e muitas vezes, sentindo vergonha pela falta de dignidade e demonstração de total ausência de princípios morais.

CANTO:

A morrer crucificado/ Teu JESUS é condenado/ Por teus crimes, pecador/ Por teus crimes, pecador.

Pela Virgem dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ Perdoai ó meu JESUS/ perdoai ó meu JESUS.
Foto: PRIMEIRA ESTAÇÃO

"JESUS É CONDENADO À MORTE"

Estava definitivamente concretizado o mais absurdo e abominável processo de julgamento que se tem notícia, jamais igualado em sordidez, em torpeza e na vergonhosa baixeza de seus critérios, envolvendo testemunhas preparadas, com acusações falsas que conduziu à decisão condenatória.

  Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! ( Ajoelhar)

 Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! ( Levantar)

  Judas Iscariotes traiu seu próprio amigo, entregando JESUS para ser preso. Os soldados agarraram o SENHOR e O levaram diante de Pilatos, para ser julgado. Apresentaram falsas acusações e influenciaram a multidão para pedir a condenação DELE à morte.

 E para agradar à multidão, Pilatos deixou que levassem JESUS para ser crucificado.

  O que aconteceu a JESUS está acontecendo hoje com as famílias. Poucas vozes se levantam para defender a instituição familiar. A "multidão", formada pela mentalidade do poder, da comunicação enganosa, vai desunindo as pessoas, jogando filhos contra os pais, na busca de auferir vantagens e em nome de uma liberdade que mata e escraviza e assim, vai crucificando as famílias.

 Em algumas famílias, os filhos saem de casa para procurar trabalho e escola. Mas, em muitas famílias, jovens saem para "experimentar a liberdade". E os pais sofrem com a falta de juízo dos filhos, se entristecendo com as suas experiências ousadas e muitas vezes, sentindo vergonha pela falta de dignidade e demonstração de total ausência de princípios morais.

CANTO:

A morrer crucificado/ Teu JESUS é condenado/ Por teus crimes, pecador/ Por teus crimes, pecador.

Pela Virgem dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ Perdoai ó meu JESUS/ perdoai ó meu JESUS.
SEGUNDA ESTAÇÃO

"JESUS CARREGA A SUA CRUZ"

A Cruz é um antigo instrumento bárbaro de suplício, usado por vários povos para executar os condenados à morte. JESUS recebeu a sua Cruz, um grosso e pesado madeiro que apoiou em seu ombro.

Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! ( Ajoelhar)

Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! ( Levantar)

Diante de Pilatos, algumas pessoas gritavam em defesa de JESUS. Mas a multidão gritava mais forte, pedindo que ELE fosse crucificado! E a gritaria venceu!

E JESUS saiu carregando a Cruz para o lugar chamado Calvário.

Quem faz maldade aos outros esquece rápido. Mas as vítimas da maldade terão que seguir pelo caminho da dor e do sofrimento. Quantas famílias são destruídas porque o pai ou a mãe decidiu abandonar o lar e seguir outro caminho! E a família segue com a pesada Cruz do abandono e muitas vezes até do empobrecimento.

A felicidade não é encontrada por quem a busca só para si mesmo. A única felicidade que se tem vem da que se dá. Se faço alguém feliz, eu também serei mais feliz.

CANTO:

Com a Cruz é carregado/ E do peso, acabrunhado/ Vai morrer por teu amor/ Vai morrer por teu amor./

Pela Virgem dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa,/ perdoai ó meu JESUS/ perdoai ó meu JESUS./


TERCEIRA ESTAÇÃO

"JESUS CAI PELA PRIMEIRA VEZ"

Numa ladeira com degraus de pedra, ELE cai pela primeira vez, batendo com o joelho esquerdo forte contra o piso rústico, esfolando-o por causa do peso da Cruz. Os soldados que O escoltava, severos e cruéis, com os chicotes forçaram-no a levantar-se e continuar a caminhada.

Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! ( Ajoelhar)

Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! ( Levantar)

No inicio de sua missão JESUS disse: "O ESPÍRITO DO SENHOR está sobre Mim, porque ELE ME ungiu para evangelizar os pobres; ME enviou para proclamar a remissão aos presos e aos cegos a recuperação da vista, para restituir a liberdade aos oprimidos, e para proclamar um ano de graça do SENHOR". (Lc 4,18-19)

No entanto, por causa da maldade das pessoas, ELE mesmo se tornou vítima da crueldade humana.

Cansado e abatido pelo sofrimento, JESUS é empurrado pelos soldados e cai por terra.

Casar, constituir uma família, viver em paz, é o ideal que motiva os jovens ao casamento. Mas, muitos casais não estão preparados para enfrentar as dificuldades da vida. Diante dos primeiros problemas, brigam e se separam. A queda de JESUS nos ensina que a vida não é feita só com coisas boas. Existem as dificuldades no caminho. Mas, o importante é ter coragem de levantar depois das quedas e seguir em frente.

Abençoai SENHOR, as nossas famílias, nos ensinai a perdoar as fraquezas e as quedas de cada um, como o SENHOR perdoou tantas vezes os nossos pecados. Ajudai-nos a caminhar juntos.

CANTO:

Pela Cruz tão oprimido/ Cai JESUS desfalecido/ Pela tua salvação/ Pela tua salvação.

Pela Virgem dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ Perdoai ó meu JESUS/ Perdoai ó meu JESUS.
Foto: TERCEIRA ESTAÇÃO

"JESUS CAI PELA PRIMEIRA VEZ"

Numa ladeira com degraus de pedra, ELE cai pela primeira vez, batendo com o joelho esquerdo forte contra o piso rústico, esfolando-o por causa do peso da Cruz. Os soldados que O escoltava, severos e cruéis, com os chicotes forçaram-no a levantar-se e continuar a caminhada.

 Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! ( Ajoelhar)

 Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! ( Levantar)

 No inicio de sua missão JESUS disse: "O ESPÍRITO DO SENHOR está sobre Mim, porque ELE ME ungiu para evangelizar os pobres; ME enviou para proclamar a remissão aos presos e aos cegos a recuperação da vista, para restituir a liberdade aos oprimidos, e para proclamar um ano de graça do SENHOR". (Lc 4,18-19)

No entanto, por causa da maldade das pessoas, ELE mesmo se tornou vítima da crueldade humana.

 Cansado e abatido pelo sofrimento, JESUS é empurrado pelos soldados e cai por terra.

 Casar, constituir uma família, viver em paz, é o ideal que motiva os jovens ao casamento. Mas, muitos casais não estão preparados para enfrentar as dificuldades da vida. Diante dos primeiros problemas, brigam e se separam. A queda de JESUS nos ensina que a vida não é feita só com coisas boas. Existem as dificuldades no caminho. Mas, o importante é ter coragem de levantar depois das quedas e seguir em frente.

 Abençoai SENHOR, as nossas famílias, nos ensinai a perdoar as fraquezas e as quedas de cada um, como o SENHOR perdoou tantas vezes os nossos pecados. Ajudai-nos a caminhar juntos.

CANTO:

Pela Cruz tão oprimido/ Cai JESUS desfalecido/ Pela tua salvação/ Pela tua salvação.

Pela Virgem dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ Perdoai ó meu JESUS/ Perdoai ó meu JESUS.
QUARTA ESTAÇÃO

"JESUS SE ENCONTRA COM SUA MÃE"

A multidão se espremia entre as paredes das casas, das estreitas ruas, pois queriam avidamente presenciar os lances que aconteciam. ELE cansado, fez uma pausa. Seu Corpo estava coberto de chagas que sangravam. Da cabeça, furada pelos espinhos da ignóbil coroa desciam veios de sangue pelo rosto, cobrindo os olhos e turvando a visão. Ao erguer a face, depara com o olhar triste e amargurado de Maria, Sua MÃE, impressionada com a intensidade da maldade do mundo. Ao presenciar todo aquele sofrimento, aquela terrível e brutal tortura que seu querido Filho enfrentava, sentiu uma pungente dor transpassar o seu coração.

Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! (Ajoelhar)

Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! (Levantar)

JESUS, Maria e os Discípulos tinham ido a Jerusalém para participar da festa da Páscoa dos judeus, como faziam todos os anos, em obediência a Lei. Mas com a prisão de JESUS as coisas mudaram. Os dias que eram para viver em festa se transformaram em dias de dor e sofrimento. Quando NOSSA SENHORA soube da prisão de seu Filho, foi à sua procura.

E foi no caminho do Calvário que MÃE e Filho se encontraram.

Ao casar e criar os filhos, os pais sempre planejam uma vida de alegria para todos, repleta de realizações, e se esforçam para que isto se concretize, procurando fazer da vida em família uma verdadeira festa. Mas muitos pais são apanhados de surpresa com notícias que apertam o coração! É uma filha que fugiu de casa ou ficou grávida na adolescência; um filho que se envolveu com o uso de drogas, ou sofreu um acidente violento ... E uma espada de dor transpassa o coração dos pais!

Ensinai-nos SENHOR, a sermos solidários com os que sofrem, e dai-nos forças para caminhar com eles na luta para recuperarmos a saúde, a alegria e a vida.

CANTO:

Vê a dor da MÃE amada/ Que se encontra desolada/ Com seu Filho em aflição/ Com seu Filho em aflição.

Pela Virgem dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ Perdoai ó meu JESUS/ Perdoai ó meu JESUS
Foto: QUARTA ESTAÇÃO

"JESUS SE ENCONTRA COM SUA MÃE"

A multidão se espremia entre as paredes das casas, das estreitas ruas, pois queriam avidamente presenciar os lances que aconteciam. ELE cansado, fez uma pausa. Seu Corpo estava coberto de chagas que sangravam. Da cabeça, furada pelos espinhos da ignóbil coroa desciam veios de sangue pelo rosto, cobrindo os olhos e turvando a visão. Ao erguer a face, depara com o olhar triste e amargurado de Maria, Sua MÃE, impressionada com a intensidade da maldade do mundo. Ao presenciar todo aquele sofrimento, aquela terrível e brutal tortura que seu querido Filho enfrentava, sentiu uma pungente dor transpassar o seu coração.

   Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! (Ajoelhar)

  Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! (Levantar)

  JESUS, Maria e os Discípulos tinham ido a Jerusalém para participar da festa da Páscoa dos judeus, como faziam todos os anos, em obediência a Lei. Mas com a prisão de JESUS as coisas mudaram. Os dias que eram para viver em festa se transformaram em dias de dor e sofrimento. Quando NOSSA SENHORA soube da prisão de seu Filho, foi à sua procura.

  E foi no caminho do Calvário que MÃE e Filho se encontraram.

  Ao casar e criar os filhos, os pais sempre planejam uma vida de alegria para todos, repleta de realizações, e se esforçam para que isto se concretize, procurando fazer da vida em família uma verdadeira festa. Mas muitos pais são apanhados de surpresa com notícias que apertam o coração! É uma filha que fugiu de casa ou ficou grávida na adolescência; um filho que se envolveu com o uso de drogas, ou sofreu um acidente violento ... E uma espada de dor transpassa o coração dos pais!

  Ensinai-nos SENHOR, a sermos solidários com os que sofrem, e dai-nos forças para caminhar com eles na luta para recuperarmos a saúde, a alegria e a vida.

CANTO:

Vê a dor da MÃE amada/ Que se encontra desolada/ Com seu Filho em aflição/ Com seu Filho em aflição.

Pela Virgem dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ Perdoai ó meu JESUS/ Perdoai ó meu JESUS.
QUINTA ESTAÇÃO

"SIMÃO CIRINEU AJUDA A CARREGAR A CRUZ"

ELE estava debilitado pela noite mal dormida e sem alimentação, além dos maus tratos e flagelos que recebeu no pretório. Parecia que dificilmente chegaria ao local da crucificação no Gólgota, que significa lugar da Caveira ou Calvário. Em sentido contrário vinha Simão, o Cirineu, que voltava do campo para a sua casa. Obrigaram-no a carregar a Cruz de JESUS.

Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! ( Ajoelhar)

Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! ( Levantar)

Simão trabalhava no campo desde cedo, não conhecia o SENHOR e nem sabia porque ELE estava sendo condenado a morrer na Cruz.

Certamente JESUS percebeu o acontecimento, olhou para aquele homem e o abençoou. E a bênção do FILHO DE DEUS permaneceu para sempre na vida de Simão e de toda a sua família.

As pessoas que vivem isoladas, como os idosos que são abandonados nos asilos, os migrantes que vivem longe das famílias, as crianças que vivem nas ruas, carregam sozinhas a sua cruz ... Como se sentem felizes quando alguém se aproxima e se interessa em fazer amizade com elas!

Cada vez que fazemos alguma coisa para aliviar o sofrimento de uma pessoa, estamos renovando o gesto de Simão, o Cirineu, que ajudou JESUS a carregar a Cruz.

CANTO:

No caminho do Calvário/ Um auxílio é necessário/ Não lhe nega o Cirineu/ Não lhe nega o Cirineu.

Pela Virgem dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ Perdoai ó meu JESUS/ Perdoai ó meu JESUS.

SEXTA ESTAÇÃO

"VERÔNICA ENXUGA O ROSTO DE JESUS"

A esta altura do percurso, por terem ultrapassado o portão do muro que fechava a cidade, grande parte do povo que já conhecia aquelas cenas, perderam o interesse e debandaram. Uma mulher aproximou-se e enxugou o rosto ensanguentado do SENHOR.

Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! ( Ajoelhar)

Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! ( Levantar)

A procissão do Calvário ia percorrendo o seu caminho. Muitas pessoas viam mas permaneciam à distância. Uma mulher chamada Verônica, sentiu que não podia ficar indiferente. Passou decididamente pela multidão, escapou dos soldados romanos e enxugou o rosto de JESUS.

E no pano em que Verônica enxugou o rosto do SENHOR ficou gravada a imagem do FILHO DE DEUS.

Hoje vemos a imagem do servo sofredor em cada rosto de nossos irmãos marginalizados pela sociedade, e não podemos ficar indiferentes, precisamos ajudá-los fazendo alguma coisa.

A Campanha contra a Fome tem sido muito útil e importante para aliviar o sofrimento das famílias carentes. Ajudai-nos SENHOR, a ser mais generosos, ter coragem para procurar e participar da luta contra a miséria e o sofrimento na periferia das grandes cidades e principalmente no norte do Brasil.

CANTO:

Eis o rosto ensanguentado/ Por Verônica enxugado/ Que no pano apareceu/ Que no pano apareceu.

Pela Virgem dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ Perdoai ó meu JESUS/ Perdoai ó meu JESUS.
Foto: SEXTA ESTAÇÃO

"VERÔNICA ENXUGA O ROSTO DE JESUS"

A esta altura do percurso, por terem ultrapassado o portão do muro que fechava a cidade, grande parte do povo que já conhecia aquelas cenas, perderam o interesse e debandaram. Uma mulher aproximou-se e enxugou o rosto ensanguentado do SENHOR.

 Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! ( Ajoelhar)

 Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! ( Levantar)

 A procissão do Calvário ia percorrendo o seu caminho. Muitas pessoas viam mas permaneciam à distância. Uma mulher chamada Verônica, sentiu que não podia ficar indiferente. Passou decididamente pela multidão, escapou dos soldados romanos e enxugou o rosto de JESUS.

 E no pano em que Verônica enxugou o rosto do SENHOR ficou gravada a imagem do FILHO DE DEUS.

 Hoje vemos a imagem do servo sofredor em cada rosto de nossos irmãos marginalizados pela sociedade, e não podemos ficar indiferentes, precisamos ajudá-los fazendo alguma coisa.

 A Campanha contra a Fome tem sido muito útil e importante para aliviar o sofrimento das famílias carentes. Ajudai-nos SENHOR, a ser mais generosos, ter coragem para procurar e participar da luta contra a miséria e o sofrimento na periferia das grandes cidades e principalmente no norte do Brasil.

CANTO:

Eis o rosto ensanguentado/ Por Verônica enxugado/ Que no pano apareceu/ Que no pano apareceu.

Pela Virgem dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ Perdoai ó meu JESUS/ Perdoai ó meu JESUS.
SÉTIMA ESTAÇÃO

"JESUS CAI PELA SEGUNDA VEZ"

Mais um trecho caminhado de uma distância de aproximadamente 600 metros, que separava o Tribunal romano na Fortaleza Antonia do Calvário, local da crucifixão. O cansaço do SENHOR era muito grande. Os soldados sem qualquer sentimento de piedade, empurraram-NO para que caminhasse mais ligeiro. Uma ponta de pedra enviesada no caminho derrubou o SENHOR pela segunda vez.

Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! (Ajoelhar)

Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! (Levantar)

JESUS sabia que iria enfrentar um cruel sofrimento. O seu Espírito estava preparado, mas o seu Corpo estava cansado e abatido. ELE caminhava com dificuldade, e mais uma vez tropeçou e caiu.

ELE Estava sofrendo por causa dos nossos muitos pecados, estava sendo castigado por causa das nossas incompreensíveis maldades.

Muitas famílias seguem com dificuldades pelos caminhos da vida. São muitos obstáculos: desconfianças, brigas, alcoolismo, drogas, fome, doenças, etc. Há momentos de quedas, quando tudo parece ter chegado ao fim. Lembremos a perseverança de JESUS, sua fé, sua força e sua coragem, inspiremos no modelo do SENHOR e levantemos a cabeça para continuarmos firmes na caminhada existencial.

SENHOR, protegei-nos, para que nenhuma dificuldade venha interromper ou desviar-nos do projeto de vida que o SENHOR nos confiou. Aumentai a nossa fé e a nossa esperança.

CANTO:

Outra vez desfalecido/ Pelas dores abatido/ Cai por terra o Salvador/ Cai por terra o Salvador.

Pela Virgem dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ Perdoai ó meu JESUS/ Perdoai ó meu JESUS.
Foto: SÉTIMA ESTAÇÃO

"JESUS CAI PELA SEGUNDA VEZ"

Mais um trecho caminhado de uma distância de aproximadamente 600 metros, que separava o Tribunal romano na Fortaleza Antonia do Calvário, local da crucifixão. O cansaço do SENHOR era muito grande. Os soldados sem qualquer sentimento de piedade, empurraram-NO para que caminhasse mais ligeiro. Uma ponta de pedra enviesada no caminho derrubou o SENHOR pela segunda vez.

  Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! (Ajoelhar)

  Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! (Levantar)

  JESUS sabia que iria enfrentar um cruel sofrimento. O seu Espírito estava preparado, mas o seu Corpo estava cansado e abatido. ELE caminhava com dificuldade, e mais uma vez tropeçou e caiu.

  ELE Estava sofrendo por causa dos nossos muitos pecados, estava sendo castigado por causa das nossas incompreensíveis maldades.

  Muitas famílias seguem com dificuldades pelos caminhos da vida. São muitos obstáculos: desconfianças, brigas, alcoolismo, drogas, fome, doenças, etc. Há momentos de quedas, quando tudo parece ter chegado ao fim. Lembremos a perseverança de JESUS, sua fé, sua força e sua coragem, inspiremos no modelo do SENHOR e levantemos a cabeça para continuarmos firmes na caminhada existencial.

  SENHOR, protegei-nos, para que nenhuma dificuldade venha interromper ou desviar-nos do projeto de vida que o SENHOR nos confiou. Aumentai a nossa fé e a nossa esperança.

CANTO:

Outra vez desfalecido/ Pelas dores abatido/ Cai por terra o Salvador/ Cai por terra o Salvador.

Pela Virgem dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ Perdoai ó meu JESUS/ Perdoai ó meu JESUS.
OITAVA ESTAÇÃO

"JESUS CONSOLA AS MULHERES DE JERUSALÉM"

A guarda romana zelosa no cumprimento de sua missão, não permitiu que o SENHOR parasse um pouco para descansar. Já estavam próximos ao Monte Calvário quando ELE observou mulheres ao lado do caminho que lamentavam os SEUS sofrimentos.

Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! ( Ajoelhar)

Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! ( Levantar)

Entre aqueles que acompanhavam e presenciavam o desenrolar dos acontecimentos, haviam algumas mulheres postadas ao lado do caminho que choravam e lamentavam por causa DELE. JESUS voltou-se para elas e disse:

"Mulheres de Jerusalém! Não chorem por Mim, mas por vocês e pelos seus filhos". (Lc 23,28)

NOSSO SENHOR não quer que as pessoas fiquem somente olhando para ELE e lamentando o seu sofrimento. ELE quer que as pessoas se voltem para a realidade de suas próprias vidas, percebam as situações de sofrimentos causados pelos reveses da existência e lutem para superá-las e vencê-las, sobretudo não se esquecendo de exercitar as necessidades do próprio espírito, para poder contar com o precioso auxílio DELE, objetivando vencer todos os obstáculos do cotidiano.

SENHOR, fortalecei a fé no coração das pessoas que trabalham em defesa da família e da promoção humana.

CANTO:

Das mulheres que choravam/ Que fiéis O acompanhavam/ É JESUS consolador/ É JESUS consolador.

Pela Virgem dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ Perdoai ó meu JESUS/ Perdoai ó meu JESUS.
Foto: OITAVA ESTAÇÃO

"JESUS CONSOLA AS MULHERES DE JERUSALÉM"

A guarda romana zelosa no cumprimento de sua missão, não permitiu que o SENHOR parasse um pouco para descansar. Já estavam próximos ao Monte Calvário quando ELE observou mulheres ao lado do caminho que lamentavam os SEUS sofrimentos.

 Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! ( Ajoelhar)

 Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! ( Levantar)

 Entre aqueles que acompanhavam e presenciavam o desenrolar dos acontecimentos, haviam algumas mulheres postadas ao lado do caminho que choravam e lamentavam por causa DELE. JESUS voltou-se para elas e disse:

  "Mulheres de Jerusalém! Não chorem por Mim, mas por vocês e pelos seus filhos". (Lc 23,28)

 NOSSO SENHOR não quer que as pessoas fiquem somente olhando para ELE e lamentando o seu sofrimento. ELE quer que as pessoas se voltem para a realidade de suas próprias vidas, percebam as situações de sofrimentos causados pelos reveses da existência e lutem para superá-las e vencê-las, sobretudo não se esquecendo de exercitar as necessidades do próprio espírito, para poder contar com o precioso auxílio DELE, objetivando vencer todos os obstáculos do cotidiano.

 SENHOR, fortalecei a fé no coração das pessoas que trabalham em defesa da família e da promoção humana.

CANTO:

Das mulheres que choravam/ Que fiéis O acompanhavam/ É JESUS consolador/ É JESUS consolador.

Pela Virgem dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ Perdoai ó meu JESUS/ Perdoai ó meu JESUS.

NONA ESTAÇÃO

"JESUS CAI PELA TERCEIRA VEZ"

Todos nós temos capacidade para avaliar a grandeza dos problemas e dificuldades enfrentadas pelo SENHOR, lembrando sobretudo que o percurso era acidentado e excessivamente longo, para qualquer homem cansado pelas dores, em jejum e traumatizado por abomináveis e covardes flagelos. Então não é difícil admirar a imensidão do esforço feito por JESUS, para cumprir sua Missão Redentora até o fim!

Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! ( Ajoelhar)

Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! ( Levantar)

Depois de falar com as mulheres que choravam, JESUS retomou o seu caminho, mas os centuriões romanos, homens severos e violentos, empurraram-NO com brutalidade, provocando a terceira queda.

ELE foi preso, condenado e levado para ser morto, e ninguém se importou com o que ia LHE acontecer.

A organização do povo em sindicatos, associações, grupos de famílias, pode ajudar a preservar e a melhorar as condições de vida. Por exemplo: quantas pessoas já conseguiram vencer o vício das drogas e do alcoolismo, com a ajuda da comunidade! Existe a "Associação Alcoólicos Anônimos", que ajuda a recuperação dos dependentes de bebidas. Existem também as "Fazendas da Esperança ", para a recuperação dos viciados e dependentes de drogas. O importante é querer recomeçar sempre, não podemos desistir da vida e ficar caído pelo caminho.

SENHOR, ajudai-nos a compreender que não basta ficarmos reclamando dos sofrimentos da existência. Precisamos agir com decisão, para construirmos uma vida melhor. Dai-nos sensibilidade e paciência!

CANTO:

Cai terceira vez prostrado/ Pelo peso redobrado/ Dos pecados e da Cruz/ Dos pecados e da Cruz.

Pela Virgem dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ Perdoai ó meu JESUS/ Perdoai ó meu JESUS.
Foto: NONA ESTAÇÃO

"JESUS CAI PELA TERCEIRA VEZ"

Todos nós temos capacidade para avaliar a grandeza dos problemas e dificuldades enfrentadas pelo SENHOR, lembrando sobretudo que o percurso era acidentado e excessivamente longo, para qualquer homem cansado pelas dores, em jejum e traumatizado por abomináveis e covardes flagelos. Então não é difícil admirar a imensidão do esforço feito por JESUS, para cumprir sua Missão Redentora até o fim!

 Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! ( Ajoelhar)

 Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! ( Levantar)

 Depois de falar com as mulheres que choravam, JESUS retomou o seu caminho, mas os centuriões romanos, homens severos e violentos, empurraram-NO com brutalidade, provocando a terceira queda.

 ELE foi preso, condenado e levado para ser morto, e ninguém se importou com o que ia LHE acontecer.

 A organização do povo em sindicatos, associações, grupos de famílias, pode ajudar a preservar e a melhorar as condições de vida. Por exemplo: quantas pessoas já conseguiram vencer o vício das drogas e do alcoolismo, com a ajuda da comunidade! Existe a "Associação Alcoólicos Anônimos", que ajuda a recuperação dos dependentes de bebidas. Existem também as "Fazendas da Esperança ", para a recuperação dos viciados e dependentes de drogas. O importante é querer recomeçar sempre, não podemos desistir da vida e ficar caído pelo caminho.

 SENHOR, ajudai-nos a compreender que não basta ficarmos reclamando dos sofrimentos da existência. Precisamos agir com decisão, para construirmos uma vida melhor. Dai-nos sensibilidade e paciência!

CANTO:

Cai terceira vez prostrado/ Pelo peso redobrado/ Dos pecados e da Cruz/ Dos pecados e da Cruz.

Pela Virgem dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ Perdoai ó meu JESUS/ Perdoai ó meu JESUS.
DÉCIMA ESTAÇÃO

"JESUS É DESPOJADO DE SUAS VESTES"

Chegando ao Gólgota, os soldados O empurraram contra o solo e tiraram as Suas roupas, rasgando a veste íntima em quatro partes e depois, lançaram sorte sobre a túnica, que era inteiriça, para ver quem ficaria com ela.

Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! ( Ajoelhar)

Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! ( Levantar)

Chegando ao Calvário, os soldados O deixaram inteiramente nu antes de pregá-LO na Cruz. Por uma questão de respeito ao SENHOR, a partir do século VI, os pintores e escultores ao reproduzirem a imagem de JESUS Crucificado, apresentam-NO com um tecido branco envolvendo a cintura.

A maldade e o desejo de explorar os outros tornam as pessoas insaciáveis. JESUS só tinha a roupa do Corpo e até isto arrancaram DELE.

A violência do Calvário continua nas cidades e nos campos de nosso Brasil. E as vítimas estão em todos os lugares: pessoas passando fome, crianças abandonadas, assaltos e assassinatos que vão manchando de sangue o solo brasileiro.

Feliz quem segue o caminho do SENHOR e observa os seus ensinamentos. Este será abençoado e protegido pela graça Divina, recebendo como recompensa a Vida Eterna.

CANTO:

Das suas vestes despojado/ Todo chagado e pisado/ Eu vos vejo, meu JESUS/ Eu vos vejo, meu JESUS.

Pela Virgem dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ Perdoai ó meu JESUS/ Perdoai ó meu JESUS.
Foto: DÉCIMA ESTAÇÃO

"JESUS É DESPOJADO DE SUAS VESTES"

Chegando ao Gólgota, os soldados O empurraram contra o solo e tiraram as Suas roupas, rasgando a veste íntima em quatro partes e depois, lançaram sorte sobre a túnica, que era inteiriça, para ver quem ficaria com ela.

 Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! ( Ajoelhar)

 Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! ( Levantar)

 Chegando ao Calvário, os soldados O deixaram inteiramente nu antes de pregá-LO na Cruz. Por uma questão de respeito ao SENHOR, a partir do século VI, os pintores e escultores ao reproduzirem a imagem de JESUS Crucificado, apresentam-NO com um tecido branco envolvendo a cintura.

 A maldade e o desejo de explorar os outros tornam as pessoas insaciáveis. JESUS só tinha a roupa do Corpo e até isto arrancaram DELE.

 A violência do Calvário continua nas cidades e nos campos de nosso Brasil. E as vítimas estão em todos os lugares: pessoas passando fome, crianças abandonadas, assaltos e assassinatos que vão manchando de sangue o solo brasileiro.

 Feliz quem segue o caminho do SENHOR e observa os seus ensinamentos. Este será abençoado e protegido pela graça Divina, recebendo como recompensa a Vida Eterna.

CANTO:

Das suas vestes despojado/ Todo chagado e pisado/ Eu vos vejo, meu JESUS/ Eu vos vejo, meu JESUS.

Pela Virgem dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ Perdoai ó meu JESUS/ Perdoai ó meu JESUS.
DÉCIMA PRIMEIRA ESTAÇÃO

"JESUS É PREGADO NA CRUZ"

Simão, o Cirineu, deixou a Cruz próximo a JESUS enquanto os soldados romanos crucificavam os dois ladrões. Depois vieram até ELE. Deitaram-NO sobre o madeiro e com violência pregaram a mão direita, enfiando um cravo de ferro que penetrando em sua carne rasgou o tecido, atravessou o pulso e se fixou na Cruz, enquanto o sangue jorrou pelo rompimento das veias e vasos sanguíneos dilacerados pela brusca penetração. Do mesmo modo, com força e brutalidade, pregaram a mão esquerda e também ambos os pés, um sobre o outro, o pé direito encima do esquerdo, atravessados com um único cravo. Agora ELE estava definitivamente pregado à Cruz.

Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! ( Ajoelhar)

Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! ( Levantar)

JESUS foi pregado na Cruz e elevado da terra; junto DELE foram crucificados dois malfeitores, Dimas e Germa, um à sua direita e outro à sua esquerda.

Um dos malfeitores pedia a JESUS: "SENHOR, lembra-te de mim quando vieres com teu Reino". JESUS respondeu: "Em verdade EU te digo, hoje estarás comigo no Paraíso" . (Lc 23, 42-43)

JESUS sabia que a morte não era o fim. ELE sabia que era apenas uma passagem para a Vida Eterna na casa de DEUS PAI. Toda pessoa que se arrepende de suas faltas e se volta para o CRIADOR, ainda que seja na última hora, poderá receber o perdão Divino e ser acolhida no Céu.

Livrai-nos SENHOR, da vereda dos maus. Mostrai-nos a vossa misericórdia e guiai os nossos passos pelos caminhos que conduzem à Eternidade.

CANTO:

Sois por mim na Cruz pregado,/ Insultado, blasfemado,/ Com cegueira e com furor./Com cegueira e com furor.

Pela VIRGEM dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ Perdoai ó meu JESUS/ Perdoai ó meu JESUS.
Foto: DÉCIMA PRIMEIRA ESTAÇÃO

"JESUS É PREGADO NA CRUZ"

Simão, o Cirineu, deixou a Cruz próximo a JESUS enquanto os soldados romanos crucificavam os dois ladrões. Depois vieram até ELE. Deitaram-NO sobre o madeiro e com violência pregaram a mão direita, enfiando um cravo de ferro que penetrando em sua carne rasgou o tecido, atravessou o pulso e se fixou na Cruz, enquanto o sangue jorrou pelo rompimento das veias e vasos sanguíneos dilacerados pela brusca penetração. Do mesmo modo, com força e brutalidade, pregaram a mão esquerda e também ambos os pés, um sobre o outro, o pé direito encima do esquerdo, atravessados com um único cravo. Agora ELE estava definitivamente pregado à Cruz.

 Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! ( Ajoelhar)

 Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! ( Levantar)

 JESUS foi pregado na Cruz e elevado da terra; junto DELE foram crucificados dois malfeitores, Dimas e Germa, um à sua direita e outro à sua esquerda.

 Um dos malfeitores pedia a JESUS: "SENHOR, lembra-te de mim quando vieres com teu Reino". JESUS respondeu: "Em verdade EU te digo, hoje estarás comigo no Paraíso" . (Lc 23, 42-43)

 JESUS sabia que a morte não era o fim. ELE sabia que era apenas uma passagem para a Vida Eterna na casa de DEUS PAI. Toda pessoa que se arrepende de suas faltas e se volta para o CRIADOR, ainda que seja na última hora, poderá receber o perdão Divino e ser acolhida no Céu.

 Livrai-nos SENHOR, da vereda dos maus. Mostrai-nos a vossa misericórdia e guiai os nossos passos pelos caminhos que conduzem à Eternidade.

CANTO:

Sois por mim na Cruz pregado,/ Insultado, blasfemado,/ Com cegueira e com furor./Com cegueira e com furor.

Pela VIRGEM dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ Perdoai ó meu JESUS/ Perdoai ó meu JESUS.
DÉCIMA SEGUNDA ESTAÇÃO

"JESUS MORRE NA CRUZ"

A respiração do SENHOR estava ofegante... Com dificuldade conseguia firmar os pés apoiando-os no cravo de ferro que os prendiam, para elevar o Corpo e poder respirar. Sofre o REDENTOR por causa de nossos muitos pecados e morre na Cruz! Nuvens pesadas envolveram o firmamento e a terra cobriu-se de trevas, acontecendo fortes tremores, fendendo-se as rochas, abrindo muitos túmulos dos quais ressuscitaram corpos de justos, ao mesmo tempo em que o véu do Templo judeu rasgou-se ao meio, de cima a baixo, sem qualquer intervenção humana. O SENHOR entregava o seu ESPÍRITO ao PAI ETERNO.

Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! ( Ajoelhar)

Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! ( Levantar)

Perto da Cruz estavam a MÃE de JESUS e a irmã dela, e também Maria Madalena e Maria mulher de Cleófas. Quando JESUS viu sua MÃE ao lado do Discípulo que ELE amava, lhe disse:

"Mulher, eis o teu filho! (Jo 19, 26)

Em seguida, olhando para João Evangelista, disse:

"Eis a tua Mãe!" ( Esta foi a última Vontade do Redentor, o último capítulo do Divino Testamento. Para nós, sem dúvida, foi uma grande surpresa, um presente o mais amado e o melhor de todos, afinal. Aquele Discípulo representava todas as pessoas, a humanidade inteira, inclusive cada um de nós. JESUS nos deu a sua MÃE para ser também a MÃE Espiritual de toda humanidade, a nossa preciosa Mãe que intercede a nosso favor em todas as nossas necessidades).

Quando JESUS viu que tudo estava terminado, ELE gritou bem alto:

"PAI, em tuas mãos entrego o Meu ESPÍRITO". (Lc 23, 46)

Depois de dizer isso, baixou a cabeça e morreu!

Todos de joelhos. Momento de silêncio e oração interior.

A Bíblia não fala o nome do Discípulo que estava ao lado de NOSSA SENHORA. É uma maneira de mostrar que naquele Discípulo está a imagem de todas as gerações, a humanidade inteira. Assim, o que JESUS disse a ele, está dizendo a cada um de nós: Filhos, aí está a Mãe de vocês! A partir daquele momento, NOSSA SENHORA tornou-se a Mãe da Igreja, a Mãe de todos os cristãos, a Mãe de todos nós.

Ave Maria, cheia de graças, o SENHOR é convosco, bendita sóis vós entre as mulheres e bendito o fruto de vosso ventre, JESUS. Santa Maria, MÃE DE DEUS, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.

CANTO:

Meu JESUS por nós morrestes!/ Por nós todos padecestes,/ Oh! que grande é Vossa dor!/ Oh! que grande é Vossa dor!

Pela Virgem dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ Perdoai ó meu JESUS/ Perdoai ó meu JESUS.
Foto: DÉCIMA SEGUNDA ESTAÇÃO

"JESUS MORRE NA CRUZ"

A respiração do SENHOR estava ofegante... Com dificuldade conseguia firmar os pés apoiando-os no cravo de ferro que os prendiam, para elevar o Corpo e poder respirar. Sofre o REDENTOR por causa de nossos muitos pecados e morre na Cruz! Nuvens pesadas envolveram o firmamento e a terra cobriu-se de trevas, acontecendo fortes tremores, fendendo-se as rochas, abrindo muitos túmulos dos quais ressuscitaram corpos de justos, ao mesmo tempo em que o véu do Templo judeu rasgou-se ao meio, de cima a baixo, sem qualquer intervenção humana. O SENHOR entregava o seu ESPÍRITO ao PAI ETERNO.

 Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! ( Ajoelhar)

 Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! ( Levantar)

 Perto da Cruz estavam a MÃE de JESUS e a irmã dela, e também Maria Madalena e Maria mulher de Cleófas. Quando JESUS viu sua MÃE ao lado do Discípulo que ELE amava, lhe disse:

 "Mulher, eis o teu filho! (Jo 19, 26)

 Em seguida, olhando para João Evangelista, disse:

 "Eis a tua Mãe!" ( Esta foi a última Vontade do Redentor, o último capítulo do Divino Testamento. Para nós, sem dúvida, foi uma grande surpresa, um presente o mais amado e o melhor de todos, afinal. Aquele Discípulo representava todas as pessoas, a humanidade inteira, inclusive cada um de nós. JESUS nos deu a sua MÃE para ser também a MÃE Espiritual de toda humanidade, a nossa preciosa Mãe que intercede a nosso favor em todas as nossas necessidades).

 Quando JESUS viu que tudo estava terminado, ELE gritou bem alto:

 "PAI, em tuas mãos entrego o Meu ESPÍRITO". (Lc 23, 46)

  Depois de dizer isso, baixou a cabeça e morreu!

Todos de joelhos. Momento de silêncio e oração interior.

 A Bíblia não fala o nome do Discípulo que estava ao lado de NOSSA SENHORA. É uma maneira de mostrar que naquele Discípulo está a imagem de todas as gerações, a humanidade inteira. Assim, o que JESUS disse a ele, está dizendo a cada um de nós: Filhos, aí está a Mãe de vocês! A partir daquele momento, NOSSA SENHORA tornou-se a Mãe da Igreja, a Mãe de todos os cristãos, a Mãe de todos nós.

 Ave Maria, cheia de graças, o SENHOR é convosco, bendita sóis vós entre as mulheres e bendito o fruto de vosso ventre, JESUS. Santa Maria, MÃE DE DEUS, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.

CANTO:

Meu JESUS por nós morrestes!/ Por nós todos padecestes,/ Oh! que grande é Vossa dor!/ Oh! que grande é Vossa dor!

Pela Virgem dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ Perdoai ó meu JESUS/ Perdoai ó meu JESUS.
DÉCIMA TERCEIRA ESTAÇÃO

"JESUS É DESCIDO DA CRUZ"

Como entardecia e não tinham notícias dos crucificados, os homens do Sinédrio que tramaram a morte do SENHOR, mandaram mensageiros pedir autorização a Pilatos para quebrar as pernas dos crucificados, a fim de acelerar a morte. Apesar de bárbaro, era um costume utilizado para apressar a morte dos condenados.

A patrulha pretoriana chegou ao Gólgota e quebrou as pernas dos dois ladrões. Vendo que JESUS estava morto, não LHE quebraram as pernas, mas para verificar, um dos centuriões cravou a lança com força no lado direito do SENHOR, penetrando entre a quinta e a sexta costela, atingindo o Coração. No mesmo instante saiu sangue e água.

Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! ( Ajoelhar)

Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! ( Levantar)

Depois de pedir autorização a Pilatos, José de Arimatéia e Nicodemos compraram um lençol de linho branco e tiras de pano, e retiraram o Corpo de JESUS da Cruz.

E MARIA, sua MÃE, O recebeu em seus braços.

Nos braços de MARIA estava o Corpo de seu Filho querido; no Coração de MARIA permanecia a dor e a angústia de uma MÃE aflita, ao ver as consequências da maldade e da violência da humanidade!

Ó MARIA, mãe das dores, fortalecei a fé no coração de todas as pessoas de nossas famílias, a fim de que tenhamos serenidade para enfrentar os momentos mais difíceis em nossa vida e com o auxílio do SENHOR, possamos ultrapassar todas as dificuldades do cotidiano.

CANTO:

Do madeiro Vos tiraram/ E à MÃE Vos entregaram/ Com que dor e compaixão/ Com que dor e compaixão.

Pela Virgem dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ Perdoai ó meu JESUS/ Perdoai ó meu JESUS.
DÉCIMA QUARTA ESTAÇÃO

"JESUS É COLOCADO NO SEPULCRO"

José de Arimatéia, Nicodemos e alguns Apóstolos auxiliados por pessoas piedosas e as Santas Mulheres, de acordo com o costume judeu, prepararam o Corpo do SENHOR ungindo-O com um mistura de aloés e mirra, e O envolveram com um lençol de linho. Respeitosamente em procissão conduziram JESUS para uma sepultura próxima, de propriedade de Arimatéia. Deitaram o Corpo do SENHOR numa saliência na rocha em forma de cama e fecharam a entrada com uma grande pedra.

Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! ( Ajoelhar)

Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! ( Levantar)

O sepulcro foi aberto numa rocha, distante aproximadamente 100 metros do local da crucificação e onde ninguém tinha sido colocado antes. As mulheres que haviam seguido o SENHOR desde a Galiléia foram com os Discípulos, acompanhando o sepultamento DELE. Depois, elas voltaram para casa a fim de providenciarem perfumes e óleos objetivando fazerem uma digna preparação do Corpo de JESUS, porque naquele primeiro momento não foi possível, considerando que entardecia, estavam no final do "parasceve", véspera da festa da Páscoa dos judeus e a lei não permitia cuidar de defuntos naquele período. Quem cuidasse, adquiriria "impureza legal" e teria que se purificar para poder participar da Páscoa e no caso, não haveria tempo para a purificação. Assim, por causa do horário, fizeram as pressas o sepultamento do SENHOR.

Durante o sábado, também era proibido fazer qualquer atividade. Por isso, elas esperaram até a manhã de domingo para irem ao túmulo prestar a última homenagem a JESUS.

Entretanto, não será no sepulcro que as pessoas amigas de JESUS irão encontrá-LO. O óleo e os perfumes que as mulheres prepararam para ungir o Corpo do SENHOR deverão ser usados para aliviar o sofrimento dos doentes e dos feridos. São os vivos que precisam de nossa atenção. Quem morre vai para junto de DEUS. Por isso mesmo, a lembrança dos falecidos não deve trazer tristeza, mas deve motivar a nossa perseverança no mesmo espírito de fé, justiça e amor fraterno no mundo.

"EU vim para que todos tenham vida, e vida em plenitude". (Jo 10,10)

CANTO:

No sepulcro Vos puseram/ Mas os homens tudo esperam/ Do mistério da Paixão/ Do mistério da Paixão.

Pela Virgem dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ perdoai ó meu JESUS/ Perdoai ó meu JESUS.
Foto: DÉCIMA QUARTA ESTAÇÃO

"JESUS É COLOCADO NO SEPULCRO"

José de Arimatéia, Nicodemos e alguns Apóstolos auxiliados por pessoas piedosas e as Santas Mulheres, de acordo com o costume judeu, prepararam o Corpo do SENHOR ungindo-O com um mistura de aloés e mirra, e O envolveram com um lençol de linho. Respeitosamente em procissão conduziram JESUS para uma sepultura próxima, de propriedade de Arimatéia. Deitaram o Corpo do SENHOR numa saliência na rocha em forma de cama e fecharam a entrada com uma grande pedra.

 Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! ( Ajoelhar)

 Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! ( Levantar)

 O sepulcro foi aberto numa rocha, distante aproximadamente 100 metros do local da crucificação e onde ninguém tinha sido colocado antes. As mulheres que haviam seguido o SENHOR desde a Galiléia foram com os Discípulos, acompanhando o sepultamento DELE. Depois, elas voltaram para casa a fim de providenciarem perfumes e óleos objetivando fazerem uma digna preparação do Corpo de JESUS, porque naquele primeiro momento não foi possível, considerando que entardecia, estavam no final do "parasceve", véspera da festa da Páscoa dos judeus e a lei não permitia cuidar de defuntos naquele período. Quem cuidasse, adquiriria "impureza legal" e teria que se purificar para poder participar da Páscoa e no caso, não haveria tempo para a purificação. Assim, por causa do horário, fizeram as pressas o sepultamento do SENHOR.

 Durante o sábado, também era proibido fazer qualquer atividade. Por isso, elas esperaram até a manhã de domingo para irem ao túmulo prestar a última homenagem a JESUS.

 Entretanto, não será no sepulcro que as pessoas amigas de JESUS irão encontrá-LO. O óleo e os perfumes que as mulheres prepararam para ungir o Corpo do SENHOR deverão ser usados para aliviar o sofrimento dos doentes e dos feridos. São os vivos que precisam de nossa atenção. Quem morre vai para junto de DEUS. Por isso mesmo, a lembrança dos falecidos não deve trazer tristeza, mas deve motivar a nossa perseverança no mesmo espírito de fé, justiça e amor fraterno no mundo.

 "EU vim para que todos tenham vida, e vida em plenitude". (Jo 10,10)

CANTO:

No sepulcro Vos puseram/ Mas os homens tudo esperam/ Do mistério da Paixão/ Do mistério da Paixão.

Pela Virgem dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ perdoai ó meu JESUS/ Perdoai ó meu JESUS.
DÉCIMA QUINTA ESTAÇÃO

"A RESSURREIÇÃO DE JESUS"

Houve um forte tremor de terra, que fez rolar a pedra que fechava o túmulo do SENHOR, ao mesmo tempo em que uma luz brilhante veio de dentro e projetou no chão os soldados, como se estivessem mortos, paralisados contra o solo, enquanto JESUS ressuscitava gloriosamente envolvido numa esplendorosa luz.

Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! ( Ajoelhar)

Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! ( Levantar)

No domingo bem cedo as mulheres foram ao túmulo, mas JESUS não estava lá. Próximo ao sepulcro elas viram dois homens com vestes claras e brilhantes, e eles lhes perguntaram:

"Por que procurais entre os mortos AQUELE que está vivo?" "ELE não está aqui, mas ressuscitou".(Lc 24, 5-6)

E a notícia da Ressurreição se espalhou rapidamente entre os discípulos.

E foi no meio dos Discípulos que o SENHOR manifestou a sua presença.

Antes de subir para junto do PAI, JESUS disse aos seus Discípulos:

"Toda autoridade sobre o Céu e sobre a Terra ME foi entregue. Ide, portanto, e fazei que todas as nações se tornem discípulos, batizando-as em nome do PAI, do FILHO e do ESPÍRITO SANTO e ensinando-as a observar tudo quanto vos ordenei. E eis que EU estou convosco todos os dias até a consumação dos séculos!" (Mat 28, 18-20)

Hoje o CRISTO Ressuscitado manifesta a sua presença através de todas as pessoas que vivem a fé e se comprometem na luta pela construção de um mundo novo, onde o amor, a justiça e a fraternidade são os sinais de que nós estamos com ELE, e ELE permanece conosco.

SENHOR, que a nossa família seja a Vossa família. Que a nossa casa seja a Vossa casa. E que a nossa vida seja uma continuação da Vossa presença no mundo.

PAI NOSSO:

PAI NOSSO que está nos Céus, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o Vosso reino, seja feita a Vossa Vontade assim na Terra como no Céu; o pão nosso de cada dia nos dai hoje, perdoai as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.

AVE MARIA:

Ave MARIA, cheia de graças, o SENHOR é convosco. Bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre JESUS. Santa MARIA, MÃE DE DEUS, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.

GLÓRIA:

Glória ao PAI, ao FILHO e ao ESPÍRITO SANTO, como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens


53:1 QUEM deu crédito à nossa pregação? E a quem se manifestou o braço do SENHOR?
53:2 Porque foi subindo como renovo perante ele, e como raiz de uma terra seca; não tinha beleza nem formosura e, olhando nós para ele, não havia boa aparência nele, para que o desejássemos.
53:3 Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens, homem de dores, e experimentado nos trabalhos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum.
53:4 Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.
53:5 Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.
53:6 Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos.
53:7 Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca.
53:8 Da opressão e do juízo foi tirado; e quem contará o tempo da sua vida? Porquanto foi cortado da terra dos viventes; pela transgressão do meu povo ele foi atingido.
53:9 E puseram a sua sepultura com os ímpios, e com o rico na sua morte; ainda que nunca cometeu injustiça, nem houve engano na sua boca.
53:10 Todavia, ao SENHOR agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando a sua alma se puser por expiação do pecado, verá a sua posteridade, prolongará os seus dias; e o bom prazer do SENHOR prosperará na sua mão.
53:11 Ele verá o fruto do trabalho da sua alma, e ficará satisfeito; com o seu conhecimento o meu servo, o justo, justificará a muitos; porque as iniqüidades deles levará sobre si.
53:12 Por isso lhe darei a parte de muitos, e com os poderosos repartirá ele o despojo; porquanto derramou a sua alma na morte, e foi contado com os transgressores; mas ele levou sobre si o pecado de muitos, e intercedeu pelos transgressores.


domingo, 17 de março de 2013

Dezenas de milhares de pessoas participaram no primeiro Angelus do pontificado

Vaticano: Papa fala da misericórdia de Deus e evoca passagem da imagem da Senhora de Fátima por Buenos Aires

Dezenas de milhares de pessoas participaram no primeiro Angelus do pontificado


Cidade do Vaticano, 17 mar 2013 (Ecclesia) – O Papa Francisco presidiu hoje pela primeira vez à recitação do Angelus, perante dezenas de milhares de pessoas, e sublinhou a “misericórdia” de Deus evocando uma passagem da imagem da Senhora de Fátima por Buenos Aires.
“Deus nunca se cansa de nos perdoar, somos nós que nos cansamos de pedir perdão”, disse, na sua catequese, desde a janela do apartamento pontifício sobre a Praça de São Pedro.
O Papa argentino recordou a este respeito passagem da imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima por Buenos Aires, em 1992, e a conversa que teve com uma ‘avó’, uma idosa com mais de 80 anos, a respeito dos pecados.
“O Senhor perdoa tudo. Se o Senhor não perdoasse tudo, o mundo não existiria”, referiu.
Francisco retomou a ideia central da homilia que tinha apresentado horas antes na missa dominical a que presidiu na paróquia de Santa Ana, no Vaticano, sobre a misericórdia de Deus.
“O rosto de Deus é o de um Pai misericordioso, que tem sempre paciência. Já pensaram na paciência de Deus, na paciência que tem com cada um de nós?”, perguntou.
A intervenção papal, com várias passagens improvisadas, partiu do episódio relatado pelos Evangelhos sobre uma mulher adúltera que Jesus salva da morte.
“Não ouvimos palavras de desprezo, de condenação, mas apenas palavras de amor, de misericórdia, que convidam à conversão”, explicou.
O novo Papa começou por desejar ‘bom dia’ aos presentes e destacou a sua ligação particular à Itália, a começar pelas raízes familiares, por ser filho de emigrantes transalpinos na Argentina, cujo padroeiro, São Francisco de Assis, o inspirou a escolher o nome para o seu pontificado.
“Obrigado pelo vosso acolhimento e pelas vossas orações. Rezai por mim, peço-vos”, apelou.
Os cumprimentos estenderam-se aos que acompanharam através dos meios de comunicação social.
Francisco deixou elogios a um livro do cardeal Walter Kasper, antigo responsável pelo Conselho Pontifício para a Promoção da Unidade dos Cristãos, sobre a “misericórdia”, uma palavra que “muda tudo”.
“Um pouco de misericórdia torna o mundo menos frio e mais justo”, disse, depois de ter convidado os fiéis a serem “misericordiosos com todos”.
O Papa gracejou ainda com a citação da obra do cardeal Kasper: “Não pensem que faço publicidade aos livros dos meus cardeais”.
Francisco começara por afirmar que os cristãos devem “encontrar-se, cumprimentar-se, falar-se” ao domingo, “dia do Senhor”, para sublinhar a especificidade deste dia.
“Bom domingo, bom almoço”, concluiu.
O cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio, jesuíta, foi eleito esta quarta-feira como sucessor de Bento XVI, assumindo o nome de Francisco, após um Conclave de pouco mais de 24 horas que teve cinco escrutínios.
OC

quinta-feira, 14 de março de 2013

ORAÇÃO PELO PAPA

Foto: ORAÇÃO PELO PAPA - Esta oração está contida no Livro Oficial de Orações da Igreja Católica

"Ó Deus, que na vossa providência quisestes edificar a vossa Igreja sobre São Pedro, chefe dos apóstolos, fazei que o nosso Papa Francisco, que constituístes sucessor de Pedro, seja para o Vosso povo o princípio e o fundamento visível da unidade da fé e da comunhão na caridade. 
Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!
Ó Deus, que escolhestes o vosso servo Papa Francisco  sucessor do apóstolo Pedro como pastor de todo o rebanho, atendei as súplicas do Vosso povo. 
Concedei ao que faz as vezes do Cristo na terra continuar na fé seus irmãos para que toda a Igreja se mantenha em comunhão com ele no vínculo da unidade, do amor e da paz até que, em vós, pastor das almas, cheguemos todos à verdade e à vida eterna. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.  Amém!"
ORAÇÃO PELO PAPA - Esta oração está contida no Livro Oficial de Orações da Igreja Católica

"Ó Deus, que na vossa providência quisestes edificar a vossa Igreja sobre São Pedro, chefe dos apóstolos, fazei que o nosso Papa Francisco, que constituístes sucessor de Pedro, seja para o Vosso povo o princípio e o fundamento visível da unidade da fé e da comunhão na caridade.
Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!
Ó Deus, que escolhestes o vosso servo Papa Francisco sucessor do apóstolo Pedro como pastor de todo o rebanho, atendei as súplicas do Vosso povo.
Concedei ao que faz as vezes do Cristo na terra continuar na fé seus irmãos para que toda a Igreja se mantenha em comunhão com ele no vínculo da unidade, do amor e da paz até que, em vós, pastor das almas, cheguemos todos à verdade e à vida eterna. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!"

quarta-feira, 13 de março de 2013

Palavra de vida...

3:13 Quem dentre vós é sábio e entendido? Mostre pelo seu bom trato as suas obras em mansidão de sabedoria. 
3:14 Mas, se tendes amarga inveja, e sentimento faccioso em vosso coração, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade. 
3:15 Essa não é a sabedoria que vem do alto, mas é terrena, animal e diabólica. 
3:16 Porque onde há inveja e espírito faccioso aí há perturbação e toda a obra perversa. 
3:17 Mas a sabedoria que do alto vem é, primeiramente pura, depois pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, e sem hipocrisia. 
3:18 Ora, o fruto da justiça semeia-se na paz, para os que exercitam a paz. 
Tiago -3-13/18

terça-feira, 12 de março de 2013

Fiquemos atentos às visitas de Deus!

Graças a Deus a Divina Providência sempre se encarrega de nos instruir e nos socorrer em todas as nossas necessidades.

Fiquemos atentos para perceber as visitas de Deus na nossa vida ao longo do dia, porque nas situações mais variadas o Senhor se manifesta a nós e nos surpreende com o Seu amor misericordioso.

A Divina Providência vem ao nosso encontro, a cada momento, em forma de conselho, por meio do sorriso de uma criança, de um abraço, de um auxílio, de uma crítica… das formas mais inusitadas.

Por intermédio de uma das exortações do Santo Padre, o Papa Bento XVI, aos jovens de todas as idades, de zero a cento vinte anos, percebi que Deus falou comigo e me senti visitada por Ele:

“Abri o vosso coração a Deus. Deixai-vos surpreender por Cristo. Dai-lhe o direito de vos falar durante estes dias. Abri as portas da vossa liberdade ao seu amor misericordioso. Apresentai as vossas alegrias e as vossas penas a Cristo, deixando que Ele ilumine com a sua luz a vossa mente e toque com sua graça o vosso coração”.

Rezemos com fé:

“É do Senhor que vem o que eu espero” (Sl 61,6).

Peçamos hoje ao Senhor a graça de estarmos atentos às Suas visitas na nossa vida.

Atalho do Facebook

Atalho do Facebook

Salmo 23

Deus eterno é o meu Pastor e nada me faltará. Ele me faz descansar em pastos verdejantes e me leva às águas tranqüilas. O Eterno me dá novas forças e me guia no caminho certo, como Ele mesmo prometeu. Ainda que eu ande por um vale escuro com a morte, não terei medo de nada, pois tu, ó Deus Eterno, estás comigo. Tu me proteges e me diriges. Preparas um banquete para mim, onde meus inimigos possam me ver. Tu me recebes como convidado de honra e enches o meu copo até a boca. Eu sei que a tua bondade e o Teu Amor estão comigo enquanto eu viver, e todos os dias de minha vida estarei Contigo. E quando eu morrer, morarei na Tua Casa, oh, Deus Eterno !

Salmos 91

Salmos 91 Aquele que habita no abrigo do Altíssimo e descansa à sombra do Todo-poderoso pode dizer ao Senhor: Tu és o meu refúgio e a minha fortaleza, o meu Deus, em quem confio. Ele o livrará do laço do caçador e do veneno mortal. Ele o cobrirá com as suas penas, e sob as suas asas você encontrará refúgio; a fidelidade dele será o seu escudo protetor. Você não temerá o pavor da noite, nem a flecha que voa de dia, nem a peste que se move sorrateira nas trevas, nem a praga que devasta ao meio-dia. Mil poderão cair ao seu lado, dez mil à sua direita, mas nada o atingirá. Você simplesmente olhará, e verá o castigo dos ímpios. Se você fizer do Altíssimo o seu refúgio, nenhum mal o atingirá, desgraça alguma chegará à sua tenda. Porque a seus anjos ele dará ordens a seu respeito, para que o protejam em todos os seus caminhos; com as mãos eles o segurarão, para que você não tropece em alguma pedra. Você pisará o leão e a cobra; pisoteará o leão forte e a serpente. "Porque ele me ama, eu o resgatarei; eu o protegerei, pois conhece o meu nome. Ele clamará a mim, e eu lhe darei resposta, e na adversidade estarei com ele; vou livrá-lo e cobri-lo de honra. Vida longa eu lhe darei, e lhe mostrarei a minha salvação. "

Salmo 121

Elevo os meus olhos para os montes: De onde me virá o socorro ? O meu socorro vem do Senhor que fez o Céu e a terra ! Não deixará vacilar o teu pé: Aquele que te guarda não tosquenejará. Eis que não tosquenejará, nem dormirá o Guarda de Israel. O Senhor é quem te guarda. O Senhor é a tua sombra a tua direita. O sol não te molestará de dia, nem a lua de noite. O Senhor te guardará de todo mal, Ele guardará a tua alma. O Senhor guardará a tua entrada, e a tua saída, desde agora e para sempre. Amém !

Achei o meu socorro!!!!!

Achei o meu socorro!!!!!

Blogs que eu sigo

Chuva de bençãos...



Obrigada pela visita!

"Que a estrada se abra à sua frente,
Que o vento sopre suavemente em suas costas,
Que o sol brilhe morno e suave em sua face,
Que a chuva caia de mansinho em seus campos,
E, até que nos encontremos, de novo...
Que Deus lhe guarde nas palmas de suas mãos!"